Follow by Email

sábado, 12 de fevereiro de 2011

O que os olhos não veem...

         
REFLEXÕES SOBRE A ACESSIBILIDADE DA ARTE

         Este trabalho foi desenvolvido com o 2º ano de Licenciatura em Artes (UNIFRAN) em 2010.

         Dentro da proposta de tornar a arte acessível ao deficiente visual, os alunos experimentaram a dificuldade de descrever uma obra apenas verbalmente para que o colega pudesse visualizá-la em sua mente, e depois transferir os dados para um papel.

 




1ª etapa: descrever o todo da obra com as percepções emocionais que a mesma transmite ao receptor que está descrevendo.




2ª etapa: descrever cores e movimento dos traços (técnicas da obra).





3ª etapa: descrever cada elemento da composição e sua localização na obra



4ª etapa: atentar para a dificuldade de fazer com que o outro entenda o que está sendo descrito




























5ª etapa: confrontar a obra e o desenho feito




6ª etapa: troca de obra e de papel na dupla. Agora quem descreveu desenhará outra obra descrita verbalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário